Perda de memória recente ou perda de viver o presente?

August 1, 2016

 

Nestas duas últimas semanas, semana 4 e 5 do mês de Julho de 2016 o tema central de todas as interações que eu tive foi a perda da memória recente. E isso chamou muito minha atenção, como em todos os grupos e processos destas duas semanas o tema vinha à tona. Alguns diziam o quanto precisavam procurar um especialista no assunto para verificar se tinha algum problema químico ou estrutural, outros diziam o quanto estão esquecendo das coisas a cada dia com maior frequência. 
Achei muito curioso o tema surgir com tanta ênafse no mesmo mês em que ocorre a estréia do filme “Procurando Dory” peixe que tem perda de memória recente. 
Diante de minhas observações sobre o tema, quando não há de fato uma questão química ou estrutural, a falta de memória recente está relacionada a não estarmos presentes no presente. 
Há uma preocupação muito grande com o futuro, com traçarmos metas, planejamento, sempre com foco no futuro. Isso é ótimo! Mas não podemos esquecer de que o futuro é construido a partir de nossas ações no presente. 
Neste ponto lembro-me de um filme que gosto muito chamado “Click”, este filme retrata de forma divertida e realista o foco no futuro profissional do personagem principal do filme em que de posse de um controle remoto ele tem o controle de acelerar os momentos que ele desejar e então viver o tão esperado futuro. É interessante notar o quanto o personagem ao acelerar o controle remoto para o futuro, seu ponto de partida é o presente, com o qual está incomodado e portanto quer rapidamente sair deste incomodo rumo ao futuro, ao ponto desejado. No entanto, o personagem não experiencia de fato este presente, portanto não vivencia as interações e emoções destes momentos, ele segue ao futuro sem a consciência de quais recursos ele utilizou para chegar em seu futuro, sem aprendizado. Ao se dar conta de tudo que perdeu, como crescimento dos filhos, sua separação com sua esposa, esposa casada com outro homem entre tantos outros fatores sofre um infarto e ao final tem a oportunidade de retomar ao ponto inicial do filme, com o controle nas mãos e com a consciência de toda experiência vivida em relação a não viver o seu presente, faz então a escolha de não utilizar o controle remoto e viver o seu presente, viver cada momento de sua vida presente. 
O quanto estamos vivendo de fato o nosso presente? 
Quando participa de um jantar com amigos e familiares você está presente aonde e para quem extamente? Está presente com estes amigos e familiares ou nas redes sociais e e-mails profissionais? 
Não podemos culpar nosso cérebro por não recordarmos de algo que não vivemos, portanto pergunto: 
Será que você sofre de perda de memória recente ou perda de viver o seu presente? 
Foco no futuro, significa planejar aonde quero chegar, e a partir daí, para chegar lá precisamos construir o nosso presente com bases sólidas, aprendizados e de forma conscientes, e isto fazemos vivendo o presente. 
O coaching é um processo que definitivamente pode colaborar com o viver o presente de forma consciente ampliando assim as opções e com foco no futuro.

Entre em contato!! 

Please reload

Posts Em Destaque

Dicas - Home Office

May 7, 2019

1/5
Please reload

Posts Recentes

June 17, 2019

June 17, 2019

June 4, 2019